MPT destina verba de R$ 700 mil para a UFU construir CAPES

UFU
UFU
A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) vai receber doação no valor de R$ 700 mil para a construção da unidade Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas - CAPES-AD. A verba, destinada pelo Ministério Público do Trabalho em Uberlândia, é proveniente de acordo judicial firmado entre o MPT e empresas do ramo da construção civil.

Para o procurador do Trabalho que atuou no caso, Paulo Gonçalves Veloso, a destinação da verba à Universidade vai beneficiar diretamente a população local: "A Universidade Federal de Uberlândia possui grande alcance regional e a reversão acordada pelo Ministério Público do Trabalho vai ao encontro das necessidades da sociedade, especialmente nesse momento em que o contingenciamento das despesas públicas afetam diretamente as melhorias estruturais demandas pela UFU. Outros valores estão sendo destinados pelo Ministério Público do Trabalho e o valor total revertido para a Universidade Federal de Uberlândia será de aproximadamente R$1.000,00. "

Continue Lendo

Imprimir

1º Concurso para seleção de estagiários/2015 – Instituições conveniadas

O Ministério Público do Trabalho vai abrir processo seletivo para contratar estagiários das áreas de Direito e Engenharia do Trabalho na unidade de Uberlândia.

O edital será publicado no dia 20 de maio e as inscrições e entrega da documentação devem ser feitas no período de25 de maio a 12 de junho.

Em observância ao disposto no art. 4º, § 1º, da Portaria PGR/MPU nº 378, de 9 de agosto de 2010, a Coordenação Regional de Estágio Acadêmico divulga a relação de instituições de ensino conveniadas com o Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais, informando que qualquer instituição de ensino interessada pode celebrar convênio para viabilizar a integração de seus estudantes ao Programa de Estágio do MPT.

Informações sobre a celebração de convênio podem ser obtidas junto à Assessoria Jurídica do MPT, pelo telefone (31) 3304-6294. A assinatura de convênio é pré-requisito para que estudantes universitários, interessados em concorrer a vagas de estágio, inscrevam-se no processo seletivo.

As instituições de ensino que já possuam convênio não precisam fazer contato.

Márcia Campos Duarte
Coordenadora do Estágio Acadêmico
Procuradoria Regional do Trabalho da 3ª Região

Leia também: Relação de instituições conveniadas.

Imprimir

MPT pede destituição de dirigente sindical em Uberlândia

O Ministério Público do Trabalho ajuizou nesta segunda-feira, 27, uma ação civil pedindo a destituição do Presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância, de Uberlândia e região (Sindeesvu).

De acordo com o procurador do Trabalho Paulo Veloso, o Ministério Público do Trabalho constatou no curso da investigação que o presidente de aludido sindicato, Juliano Ribeiro Modesto, teria recebido doação de empresa do ramo de vigilância para o financiamento de sua campanha eleitoral. Em 2012, Juliano Modesto já era presidente do sindicato, quando iniciou sua campanha a vereador para a Câmara Municipal de Uberlândia.

Continue Lendo

Imprimir

PTM Uberlândia apoia ação para inclusão de PCDs

Uberlândia - Será lançado hoje o Projeto Muda do Afeto, que tem por objetivo conscientizar a população sobre a necessidade de se incluir a pessoa com deficiência na sociedade. A ação, financiada pelo MPT e por empresas locais, consiste em dois livros infantis, um filme e uma cartilha de acessibilidade, produzidos pela escritora Fernanda de Oliveira, o maestro Giordano Pagotti, a especialista em projetos de acessibilidade Karolina Cordeiro e pelo ilustrador Jótah. O MPT doou a quantia de R$ 70 mil, proveniente de duas ações civis públicas.

Esta é a segunda vez que o MPT estabelece parceria com Fernanda, para a produção de peças educativas. Na primeira, foram produzidos dois livros infantis que alertavam sobre o consumo de drogas. "O apoio do MPT é de fundamental importância para o nosso projeto, já conseguimos fazer bastante coisa", comenta a escritora. O procurador do Trabalho Paulo Veloso enfatiza que, "sempre que possível, o MPT busca apoiar ações sociais como essas, que promovem o respeito e a igualdade entre os cidadãos".

Continue Lendo

Imprimir

Carga de carbonato de níquel da Votorantim contamina trabalhadores

Profissionais foram contratados para baldear carga de caminhão em Uberlândia

Uberlândia: O Ministério Público do Trabalho investiga as consequências de um acidente ocorrido, no dia 23 de outubro, na região de Centralina-MG, com um caminhão que transportava carbonato de níquel para a empresa Votorantim Metais. Pelo menos 14 trabalhadores foram contratados para fazer o transbordo da carga de carbonato de níquel em pó, em um galpão na cidade de Uberlândia. Em poucas horas, os trabalhadores começaram a apresentar graves sintomas de intoxicação, oito deles precisaram de internação e um dos casos evoluiu para óbito.

As cinco empresas envolvidas foram acionadas judicialmente pelo Ministério Público do Trabalho para garantir assistência imediata aos trabalhadores, enquanto a investigação segue em andamento: Votorantim Metais, Pamcary Seguradora, Aqces LoGística, Suatrans Emergência, e AGT Transportes. Trabalhadores denunciaram que não foram informados sobre a natureza do produto que iriam manusear, que não receberam EPI's adequados, nem treinamento para a atividade, ou orientação sobre segurança para desempenho das atividades.

Continue Lendo

Imprimir