Pernambucanas é condenada por fomentar “lista suja”

Governador Valadares – O Ministério Público do Trabalho (MPT) conseguiu, na 1ª Vara do Trabalho de Governador Valadares, a condenação das Casas Pernambucanas, Arthur Lundgren Tecidos S/A, por fomentar "lista suja" de ex-trabalhadores. A empresa, segundo a ação, fornecia, aos outros empregadores, informações quanto aos empregados os quais tivessem lhe reclamado, na Justiça do Trabalho, com o cunho a desabonar as suas condutas pessoais e profissionais.

Continue Lendo

Imprimir

Liminar obriga terceirizada da Cenibra a adequar ambiente de trabalho

Gov. Valadares - A Emflora, Empreendimentos Florestais Ltda., tem 60 dias para adequar o meio ambiente de trabalho, regularizar o pagamento do salário dos seus empregados e implementar o controle da jornada, segundo determinação de liminar proferida pela Vara do Trabalho de Ganhães, ao pedido de tutela antecipada feito pelo Ministério Público do Trabalho. A ação civil pública (ACP) foi ajuizada para garantir a segurança e resguardar a saúde dos trabalhadores, evitando, principalmente, a ocorrência de acidentes de trabalho, como o que resultou na morte de um empregado da empresa.

Continue Lendo

Imprimir

Fazendeiro é condenado por submeter caseiro a condições degradantes de trabalho

Liminar foi deferida em ação civil pública do MPT em Governador Valadares

Governador Valadares - O proprietário da fazenda Estrela Dalva, localizada em Brejaubinha, distrito de Governador Valadares, Sebastião Rodrigues de Souza, foi condenado por submeter o caseiro da fazenda a condições análogas às de escravo. A liminar em ação civil pública, ajuizada pelo Ministério Pública do Trabalho, foi deferida nesta quarta-feira, 28.

Continue Lendo

Imprimir

Mediação no MPT garante pagamento a terceirizados do BB

Governador Valadares (15.4.2014) - Cerca de 200 empregados da CJF Vigilância estavam com salários atrasados

Uma audiência de mediação, realizada no dia 7 de abril, na sede da Procuradoria do Trabalho formalizou a iniciativa do Banco do Brasil de pagar diretamente os salários e/ou benefícios, relativos ao mês de março, a cerca de 200 empregados da empresa CJF de Vigilância Ltda, que prestam serviços em agências do Banco do Brasil, em Governador Valadares.

Continue Lendo

Imprimir

Liminar garante períodos de descanso e limitação de jornada em empresa produtora de borracha

Governador Valadares (18.3.2014) - Em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), a 3ª Vara do Trabalho de Governador Valadares concedeu antecipação de tutela contra a empresa ABC Artefatos de Borracha Coelho Ltda., condenando-a a se abster de prorrogar a jornada normal de seus empregados acima do limite legal de duas horas diárias, sem justificativa legal ao órgão competente; a conceder o intervalo para descanso entre duas jornadas de trabalho de, no mínimo, 11 horas consecutivas; e a conceder o intervalo para repouso e/ou alimentação de, no mínimo, uma hora e no máximo duas horas em qualquer trabalho contínuo cuja duração exceda seis horas.

Continue Lendo

Imprimir