Barragens interditadas da Vale S.A foram assuntos de audiência, hoje, 10, no MPT

A situação de barragens da Vale S.A, sob interdição em Minas Gerais, foi assunto de audiência convocada hoje, 10, pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). A audiência foi presidida pela procuradora-chefe do MPT em Minas, Adriana Augusta Souza. Estiveram presentes promotores do Ministério Público do Estado (MPE) de Minas Gerais, auditores fiscais do Trabalho e representantes do departamento jurídico da Vale S.A.

Continue Lendo

Imprimir

MPT orienta população de Brumadinho sobre direitos já assegurados em ação trabalhista

Quase 2 mil pessoas tiveram acesso às informações pessoalmente ou pela internet


Cerca de 200 pessoas estiveram presentes na reunião convocada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) para alinhamento de informações com trabalhadores e familiares de empregados próprios e terceirizados da Vale S.A, atingidos pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Mais de 1.700 pessoas acompanharam as transmissões pela internet. A reunião foi realizada na noite desta segunda-feira,8, no auditório da Câmara Municipal de Brumadinho.

Continue Lendo

Imprimir

Ministério Público do Trabalho vai se reunir com trabalhadores e familiares de atingidos em Brumadinho, na segunda-feira, 8

*Atualizado em 8.4.2019, às 13h59

A reunião será transmitida ao vivo pela TV Câmara de Brumadinho

O Ministério Público do Trabalho (MPT) vai promover, na próxima segunda-feira, 8, em Brumadinho, mais uma reunião para alinhamento de informações com trabalhadores e familiares de empregados próprios e terceirizados da Vale S.A, atingidos pelo rompimento da barragem. A reunião será às 18h30, no auditório da Câmara Municipal de Brumadinho.

Continue Lendo

Imprimir

Ministérios Públicos reforçam a importância das ações coletivas em reunião na CPI da Barragem de Brumadinho na ALMG

Os Ministérios Públicos do Trabalho, Federal e do Estado de Minas Gerais participaram hoje de uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Barragem de Brumadinho, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, realizada hoje, 4. Além de oferecer informações suas respectivas esferas de atuação, representantes de MPs reforçaram a importância das ações coletivas para o alcance de maior efetividade na reparação dos danos causados.

Continue Lendo

Imprimir