O MPT colheu depoimentos de funcionários da Vale S.A nesta quarta-feira, 17

Encerrada às 18 horas no Ministério Público do Trabalho em Belo Horizonte (MPT-MG), a audiência para coleta de depoimentos de profissionais da Vale S.A sobre as condições de segurança nas nove barragens interditadas pela auditoria fiscal do Trabalho, após terem seus níveis de emergência reclassificados pela empresa para 2 e 3. A escala de nível de emergência vai de 1 a 3, sendo o nível 3 indicador de risco iminente, com possibilidade de rompimento da barragem.

Ao longo das 8 horas de depoimentos, diretores e gerentes da Vale S.A apresentaram documentos e responderam a perguntas formuladas por membros do Ministério Público do Trabalho, do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPE), da Superintendência Regional do Trabalho em Minas Gerais. (SRT-MG).

Continue Lendo

Imprimir

Projeto Florestando chega à creche Municipal de Florestal

Fortalecer e ampliar uma mudança de cultura em torno da produção familiar agroecológica e do consumo de alimentos é uma das grandes expectativas da iniciativa

Conhecer mais profundamente os legumes e verduras, suas texturas e seus sabores. Esses foram alguns dos desafios propostos pelas professoras da creche municipal Professor Stélio Mendes Barroca, durante a semana de 1º a 5 de abril de 2019. Cerca de 140 crianças de 2 e 3 anos participaram das atividades, que integram o eixo educação do projeto Florestando, implementado na cidade de Florestal, desde dezembro de 2018.

Continue Lendo

Imprimir

A etnografia No Curso da Lama tenta retratar vidas suspensas e o desastre em curso

Por Lília Gomes

Importante destacar que os artigos trazem para essa publicação história não apenas os nomes de seus autores, mas também das instituições que representam, no meu caso, o Ministério Público do Trabalho. Instituição que tem atuação fundamental no enfrentamento desses desastres, aqui hoje representada pela nossa procuradora-chefe Adriana Souza.

Continue Lendo

Imprimir

Barragens interditadas da Vale S.A foram assuntos de audiência, hoje, 10, no MPT

A situação de barragens da Vale S.A, sob interdição em Minas Gerais, foi assunto de audiência convocada hoje, 10, pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). A audiência foi presidida pela procuradora-chefe do MPT em Minas, Adriana Augusta Souza. Estiveram presentes promotores do Ministério Público do Estado (MPE) de Minas Gerais, auditores fiscais do Trabalho e representantes do departamento jurídico da Vale S.A.

Continue Lendo

Imprimir