Inscrições deferidas

Inscrições deferidas para o 1º Concurso Público de Seleção de Estagiários/2014

A Procuradora-Chefe da Procuradoria Regional do Trabalho da 3ª Região, no uso de suas atribuições, pública a lista de inscrições deferidas, conforme previsto no subitem 4.13 do Edital n.º 01, de 06 de março de 2013. A saber:

- Administração
- Biblioteconomia
- Comunicação
- Contabilidade
- Direito – Belo Horizonte
- Engenharia
- Informática

INTERIOR
- Divinópolis
- Governador Valadares
- Patos Minas
- Teófilo Otoni
- Uberlândia
- Engenharia Uberlândia
- Varginha

Nos termos do item 8.1. Caberá recurso da lista de inscrições deferidas, no prazo de 01 (um) dia, preclusivo e contínuo, contado do primeiro dia útil subsequente ao da sua divulgação, prorrogando-se para o primeiro dia útil seguinte, caso vença em dia que não haja expediente na PRT 3ª Região. Na oportunidade, lembro que aqueles que tiveram sua pré-inscrição indeferida poderão apresentar recurso em face da lista de inscrições deferidas, "no prazo de 1 (um) dia, preclusivo e contínuo, contado do primeiro dia útil subsequente ao da sua divulgação, prorrogando-se para o primeiro dia útil seguinte, caso vença em dia que não haja expediente na PRT 3ª Região" (item 8.1 do Edital).

Após o julgamento dos recursos, uma nova lista será republicada, caso alterada. O resultado do julgamento de eventual(is) recurso(s) apresentado(s) será afixado nos endereços indicados no subitem 1.1 do Edital, além de publicado no site da PRT 3ª Região (ascom.prt3.local > Transparência> Concursos > Estágio), conforme previsto no item 8.5 do Edital.

Quaisquer questões atinentes ao presente concurso poderão ser reportadas à assessoria jurídica da PRT 3ª Região, por meio do telefone (31) 3304.6294, no horário de 9 (nove) às 18(dezoito) horas .

Belo Horizonte, 10 de abril de 2014.

JÚNIA SOARES NADER
Procuradora-Chefe

Imprimir

Hospital em Uberaba reforma leitos com verbas de multas destinadas pelo MPT

Uberlândia (10.4.2014) - Uma indenização por dano moral coletivo aplicada à Black & Decker em uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho em Uberlândia foi destinada à reforma de 16 leitos do Hospital Dr. Hélio Angotti, localizado em Uberaba. A Associação de Combate ao Câncer do Brasil Central (ACCBC), mantenedora do hospital, recebeu do MPT o montante de R$ 366 mil, o que representa mais da metade do valor gasto na reestruturação, cerca de R$ 614 mil.

Imprimir

Santander é condenado por terceirização de atividade-fim

(7.4.2014) - O Tribunal Superior do Trabalho (TST) confirmou condenação do Banco Santander em ação civil pública de autoria do Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais por terceirização de atividade-fim. A decisão, que tem abrangência nacional, reforça a tese de que as atividades de correspondente bancário não podem ser terceirizadas.

Imprimir

Empregador rural é acionado por manter trabalhadores em condições análogas a de escravo

Varginha (4.4.2014) - O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Varginha ajuizou uma ação civil pública (ACP) e entrou com pedidos de execução de acordo judicial e de termo de ajustamento de conduta (TAC) contra o empregador rural do Sul de Minas Paulo Alves de Lima por reincidência na prática de manter trabalhadores em condições análogas a de escravo, com limitações do direito de ir e vir. O empregador descumpriu um TAC e um acordo judicial firmados com o MPT e continuou a praticar irregularidades referentes às péssimas condições do meio ambiente de trabalho e às restrições de liberdade, por meio da retenção de documentos e manutenção de vigilância ostensiva.

Imprimir